Você está aqui:Home » COMPETIÇÕES » COPA DO MUNDO FIFA

COPA DO MUNDO FIFA

Papeete 2013

Nas areias de Papeete, o Brasil se manteve entre os primeiros da Copa do Mundo FIFA. Depois de uma classificação dramática no Qualifier Conmebol, na Argentina, quando terminou em terceiro lugar e perdeu sua invencibilidade no torneio, a Seleção Brasileira foi cabeça-de-chave do Grupo C e teve uma chave difícil pela frente com Irã (campeão da Ásia), Senegal (campeão da África) e Ucrânia. Na competição, disputada no Estádio Toa’ata, a Seleção Brasileira perdeu a oportunidade de disputar o título ao ser derrotada pela Espanha na prorrogação e venceu um confronto épico diante dos anfitriões para garantir, nos pênaltis, um lugar no pódio. Nas premiações individuais, o capixaba Bruno Xavier levou a ‘Chuteira de Prata’ (vice-artilheiro com 11 gols) e a ‘Bola de Ouro’ (Melhor Jogador). A próxima edição será em 2015, em Portugal

PAÍSES PARTICIPANTES
Argentina, Brasil, Paraguai, El Salvador, Estados Unidos, Senegal, Costa do Marfim, Espanha, Holanda, Emirados Árabes, Ucrânia, Irã, Rússia, Japão, Taiti e Ilhas Salomão

NÚMERO DE GOLS
Foram marcados 243 gols em 32 partidas, com média de 7,6 por jogo

ARTILHEIROS
Shishin (RUS) – 11 gols
Bruno Xavier (BRA) – 10 gols
Agustin Ruiz (ELS) – 7 gols

RESULTADOS DO BRASIL
Brasil 6 (1) (1p) x (0p) (1) 6 Taiti (Eudin (2), André, Bruno Xavier, Daniel, Bruno Malias e Jorginho)
Brasil 1 x 2 Espanha (Bruno Xavier)
Brasil 4 x 3 Japão (Eudin, Datinha, Bueno e Daniel)
Brasil 8 x 3 Senegal (Bruno Xavier (3), André (2), Jorginho, Bruno Malias e Daniel)
Brasil 4 x 2 Ucrânia (Bruno Xavier (2), Bruno Malias e Daniel)
Brasil 4 x 1 Irã (Bruno Xavier (3) e Bueno)

Campeão – Rússia
Vice-campeão – Espanha
Terceiro lugar – Brasil
Quarto lugar – Taiti

Prêmios 
‘Bola de Ouro’ – Bruno Xavier (Brasil)
‘Bola de Prata’ – Osmar (Japão)
‘Bola de Bronze’ – Kuee (Taiti)
‘Chuteira de Ouro’ – Shishin (Rússia)
‘Chuteira de Prata’ – Bruno Xavier (Brasil)
‘Chuteira de Bronze’ – Agustin Ruiz (El Salvador)
‘Luva de Ouro’ – Donna (Espanha)
‘FIFA Fair Play’ – Rússia

 

Ravenna 2011

Na arena montada na Marina Di Ravenna, o Brasil viu a Rússia quebrar sua hegemonia no beach soccer e impedir o pentacampeonato mundial invicto. Depois de uma campanha invicta ao longo do campeonato, a Seleção Brasileira foi superada pelos russos por 12 a 8 na decisão do Mundial da Itália, disputada no Stadio Del Mare, e ficou com o vice-campeonato da Copa do Mundo FIFA 2011. Nas premiações individuais, o potiguar André levou a ‘Chuteira de Ouro’ (Artilheiro com 14 gols) e a ‘Bola de Prata’ (segundo melhor jogador). A próxima edição será em 2013, nas areias do Taiti (Polinésia Francesa)

PAÍSES PARTICIPANTES
Argentina, Brasil, El Salvador, Irã, Itália, Japão, México, Nigéria, Omã, Portugal, Rússia, Senegal, Suíça, Taiti, Ucrânia e Venezuela

NÚMERO DE GOLS
Foram marcados 269 gols em 32 partidas, com média de 8,4 por jogo

ARTILHEIROS
André (BRA) – 14 gols
Madjer (POR) – 12 gols
Frank (ELS) – 9 gols

RESULTADOS DO BRASIL
Brasil 8 x 12 Rússia (André (6), Betinho e Sidney)
Brasil 4 x 1 Portugal (Sidney (2), Betinho e Bruno Malias)
Brasil 10 x 8 Nigéria (André (5), Anderson, Buru, Jorginho, Benjamin e Bruno Malias)
Brasil 3 x 2 Japão (André (2) e Benjamin)
Brasil 5 x 2 México (Benjamin, Betinho, Buru, Sidney e Jorginho)
Brasil (2) 3 x 3 (1) Ucrânia (Sidney (2) e Benjamin)

Campeão – Rússia
Vice-campeão – Brasil
Terceiro lugar – Portugal
Quarto lugar – Uruguai

Prêmios 
‘Bola de Ouro’ – Leonov (Rússia)
‘Bola de Prata’ – André (Brasil)
‘Bola de Bronze’ – Frank (El Salvador)
‘Chuteira de Ouro’ – André (Brasil)
‘Chuteira de Prata’ – Madjer (Portugal)
‘Chuteira de Bronze’ – Frank (El Salvador)
‘Luva de Ouro’ – Bukhlitskyi (Rússia)
‘FIFA Fair Play’ – Nigéria

 

Dubai 2009

2009_timeA paradisíaca Dubai recebeu o beach soccer com tapete vermelho. Nas areias da praia de Jumeirah, uma das mais bonitas do Oriente Médio, o Brasil deu show. De novo. Favorita, a Seleção Brasileira jogou um futebol de alto nível e não tomou conhecimento de seus adversários para conquistar o tetracampeonato invicto da competição. Na decisão, os brasileiros venceram os surpreendentes suíços por 10 a 5 para levantar a taça sob os aplausos da torcida árabe.


PAÍSES PARTICIPANTES

Argentina, Bahrein, Brasil, Costa Rica, Costa do Marfim, El Salvador, Itália, Japão, Nigéria, Portugal, Rússia, Ilhas Salomão, Espanha, Suíça, Emirados Árabes e Uruguai

NÚMERO DE GOLS
Foram marcados 284 gols em 32 partidas, com média de 8,8 por jogo

 

ARTILHEIROS
Dejan Stankovic (SUI) – 16 gols
Madjer (POR) – 13 gols
Buru (BRA) – 8 gols

RESULTADOS DO BRASIL
Brasil 11 x 5 Nigéria (Bruno (3), Sidney (2), Daniel (2),  Bueno, André, Benjamin e Betinho)
Brasil 8 x 1 Bahrein (Buru (4), Daniel Souza, Bruno, André e Daniel)
Brasil 4 x 2 Suíça (Benjamin (2), André e Bruno)
Brasil 6 x 4 Itália (André (3), Sidney, Bruno e Buru)
Brasil 8 x 2 Portugal (Bruno (2), Sidney, Benjamin, Daniel, Betinho, Buru e Daniel Souza)
Brasil 10 x 5 Suíça (André (2), Betinho (2), Buru (2), Daniel, Benjamin, Sidney e Bueno)

Campeão – Brasil
Vice-campeão – Suíça
Terceiro lugar – Portugal
Quarto lugar – Uruguai

Prêmios 
‘Bola de Ouro’ – Stankovic (Suíça)
‘Bola de Prata’ – Madjer (Portugal)
‘Bola de Bronze’ – Benjamin (Brasil)
‘Chuteira de Ouro’ – Stankovic (Suíça)
‘Chuteira de Prata’ – Madjer (Portugal)
‘Chuteira de Bronze’ – Buru (Brasil)
‘Luva de Ouro’ – Mão (Brasil)
‘FIFA Fair Play’ – Japão e Rússia

 

Marselha 2008

A Copa do Mundo chegou à França em pleno verão europeu. A Seleção Brasileira chegou em Marselha credenciada pelo bicampeonato conquistado nas areias de Copacabana e voltou para o Brasil com peso extra na bagagem. Diante da Itália na final, no primeiro confronto entre os países na história da Copa do Mundo, os brasileiros fizeram 5 a 3 e alcançaram o tricampeonato invicto. A competição nas areias francesas marcou a despedida do Júnior Negão com a camisa amarelinha após 318 partidas.

PAÍSES PARTICIPANTES

Argentina, Brasil, Camarões, Emirados Árabes, Espanha, França, Irã, Itália, Japão, México, Portugal, Rússia, Ilhas Salomão, El Salvador, Senegal e Uruguai

NÚMERO DE GOLS
Foram marcados 259 gols em 32 partidas, com média de 8,09 por jogo

ARTILHEIROS
Madjer (POR) – 13 gols
Amarelle (ESP) – 11 gols
Belchior (POR) – 10 gols

RESULTADOS DO BRASIL
Brasil 3 x 2 Espanha (Buru (2) e Bruno)
Brasil 8 x 1 Japão (Júnior Negão (2), Buru, Betinho, Benjamin, Bruno, Daniel e Yoshii – contra)
Brasil 7 x 1 México (Benjamin (3), André, Bruno, Bueno e Betinho)
Brasil 6 x 4 Rússia (Daniel (3), Benjamin, Bruno e Buru)
Brasil 5 x 4 Portugal (André (3), Benjamin e Bruno)
Brasil 5 x 3 Itália (Bruno (2), Sidney (2) e André)

Campeão – Brasil
Vice-campeão
 – Itália
Terceiro lugar
 – Portugal
Quarto lugar
 – Espanha

Prêmios
‘Bola de Ouro’ – Amarelle (Espanha)
‘Bola de Prata’ – Benjamin (Brasil)
‘Bola de Bronze’ – Belchior (Portugal)
‘Chuteira de Ouro’ – Madjer (Portugal)
‘Chuteira de Prata’ – Amarelle (Espanha)
‘Chuteira de Bronze’ – Belchior (Portugal)
‘Luva de Ouro’ – Roberto Valeiro (Espanha)
‘FIFA Fair Play’ – Rússia

 

Rio de Janeiro 2007

Copa_2007Liderado por Buru, o Brasil ditou o ritmo em Copacabana. Contando com o talento do capixaba, que recebeu a ‘Bola de Ouro’ (Melhor Jogador) e a ‘Chuteira de Ouro’ (Artilheiro), os ‘reis da praia’ superaram adversários fortes como a perigosa Rússia, o arqui-rival Portugal e a França, primeira campeã da Copa do Mundo, batendo o estreante e emergente México na final por 8 a 2. Naquele ano, na cerimônia ‘FIFA Gala’, em Zurique (Suíça), Buru foi eleito ‘Melhor Jogador do Mundo’ da modalidade, sendo o único a receber o prêmio até hoje.

PAÍSES PARTICIPANTES

Brasil, Nigéria, Senegal, Emirados Árabes, Irã, Japão, Espanha, Itália, Rússia, França, Portugal, Estados Unidos, México, Ilhas Salomão, Uruguai e Argentina

NÚMERO DE GOLS
Foram marcados 261 gols em 32 partidas, com média de 8,16 por jogo

ARTILHEIROS
Buru (BRA) – 10 gols
Plata (MEX) – 9 gols
Bruno (BRA) – 8 gols

RESULTADOS DO BRASIL

Brasil 11 x 2 Ilhas Salomão (Júnior Negão (2), Buru (2), Daniel (2), Bruno (2), Sidney (2) e Duda)
Brasil 6 x 4 México (Buru (2), André, Júnior Negão, Bruno e Benjamin)
Brasil (5p) (0pt) 2 x 2 (0pt) (4p) Rússia (André e Sidney)
Brasil 10 x 7 Portugal (Buru (3), Sidney (2), André (2), Daniel (2) e Bruno)
Brasil 6 x 2 França (Buru (2), Bruno (2) e Betinho (2))
Brasil 8 x 2 México (André (2), Bruno (2), Buru, Júnior Negão, Betinho e Benjamin)

Campeão – Brasil
Vice-campeão – México
Terceiro lugar – Uruguai
Quarto lugar - França

Prêmios
‘Bola de Ouro’ – Buru (Brasil)
‘Bola de Prata’ – Madjer (Portugal)
‘Bola de Bronze’ – Plata (México)
‘Chuteira de Ouro’ – Buru (Brasil)
‘Chuteira de Prata’ – Plata (México)
‘Chuteira de Bronze’ – Bruno (Brasil)
‘FIFA Fair Play’ – Brasil

 

Rio de Janeiro 2006

copa_2006Novamente em Copacabana. A Copa do Mundo voltou à orla carioca e o Brasil, novamente em casa, fez a torcida sorrir nas arquibancadas. Depois do terceiro lugar na edição inaugural do campeonato, a Seleção Brasileira, que passou a ter Alexandre Soares no comando,  subiu ao degrau mais alto do pódio depois de se vingarem dos rivais portugueses, algozes da semifinal no ano anterior, e vencer o clássico sul-americano na decisão diante do Uruguai por 4 a 1.


PAÍSES PARTICIPANTES

Brasil, Polônia, Estados Unidos, Japão, Espanha, França, Canadá, Irã, Ilhas Salomão, Camarões, Portugal, Uruguai, Itália, Bahrein, Nigéria e Argentina

NÚMERO DE GOLS
Foram marcados 286 gols em 32 partidas, com média de 8,94 por jogo

ARTILHEIROS
Madjer (POR) – 21 gols
Benjamin (BRA) – 12 gols
Bruno (BRA) – 10 gols
Resultados do Brasil

Brasil 9 x 2 Polônia (Júnior Negão (2), André (2), Betinho (2), Buru (2) e Benjamin)
Brasil 10 x 2 Japão (Benjamin (4), Bueno (3), Júnior Negão (2) e Bueno)
Brasil 10 x 6 Estados Unidos (Benjamin (3), Bruno (3), Júnior Negão (2), Betinho e Buru)
Brasil 12 x 1 Canadá (Benjamin (3), Júnior Negão (3), Bruno (2), Bueno (2) e Betinho (2))
Brasil 7 x 4 Portugal (Sidney (3), Bruno (2), Betinho e Bueno)
Brasil 4 x 1 Uruguai (Benjamin, Buru, Duda e Sidney)

Campeão - Brasil
Vice-campeão - Uruguai
Terceiro lugar – França
Quarto lugar – Portugal

Prêmios
‘Bola de Ouro’ – Madjer (Portugal)
‘Bola de Prata’ – Benjamin (Brasil)
‘Bola de Bronze’ – Bruno (Brasil
‘Chuteira de Ouro’ – Madjer (Portugal)
‘Chuteira de Prata’ – Benjamin (Brasil)
‘Chuteira de Bronze’ – Bruno (Brasil)
‘FIFA Fair Play’ – França

Rio de Janeiro 2005

copa_2005Depois de nove edições do Campeonato Mundial de Beach Soccer, a FIFA passou a chancelar a principal competição da modalidade e inaugurou uma nova era no esporte. Em 2005, nas areias de Copacabana, no Rio de Janeiro, era dado o pontapé inicial para a Copa do Mundo FIFA de Beach Soccer, então com 12 equipes. Mesmo empurrado por quase 10 mil pessoas, o Brasil não passou por Portugal na semifinal e ficou apenas com o terceiro lugar do torneio. E a festa foi da França, que derrotou os lusitanos em confronto equilibrado, decidido apenas nos pênaltis.

PAÍSES PARTICIPANTES

Brasil, Espanha, Tailândia, Portugal, Estados Unidos, Japão, Uruguai, Ucrânia, África do Sul, França, Argentina e Austrália

NÚMERO DE GOLS
Foram marcados 164 gols em 20 partidas, com média de 8,2 por jogo

ARTILHEIROS
Madjer (POR) – 12 gols
Neném (BRA) – 9 gols
Mendy (FRA) – 8 gols

RESULTADOS DO BRASIL
Brasil 9 x 2 Tailândia (Neném (3), Bruno Malias (2), Benjamin, Juninho e Júnior Negão)
Brasil 4 x 1 Espanha (Neném, Benjamin, Juninho e Júnior Negão)
Brasil 9 x 3 Argentina (Romário (3), Neném (2), Buru, Jorginho, Juninho e Júnior Negão)
Brasil (1p) (0pt) 6 x 6 (0pt) (2p) Portugal (Buru (3), Benjamin (2) e Neném (2))
Brasil 11 x 2 Japão (Romário (3), Buru (2), Neném (2), Jorginho, Benjamin, Júnior Negão e Juninho)

Campeão - França
Vice-campeão – Portugal
Terceiro lugar – Brasil
Quarto lugar – Japão

Prêmios

‘Bola de Ouro’ – Madjer (Portugal)
‘Chuteira de Ouro’ – Madjer (Portugal)
‘FIFA Fair Play’ – Japão

Voltar para o topo